A importância da liberação do FGTS para a economia do país

 

O anúncio do Governo Federal que libera, a partir de setembro, aos trabalhadores os saques de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) traz um novo fôlego para o comércio, no entendimento do presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojista do Rio Grande do Norte (FCDL RN), Afrânio Miranda. Ele acredita que o valor sacado pelos brasileiros vai contribuir para movimentar a economia: “Todo e qualquer recurso extra na renda do brasileiro repercute no comércio, sendo assim acreditamos que a partir de setembro teremos um crescimento no setor”, afirmou.
Dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) reforçam o pensamento do presidente pois, de acordo com o estudo feito, 62,6% dos brasileiros estão registrados no SPC, e revelam que o valor médio da dívida dos inadimplentes é de R$3.252,70. Mas um percentual relevante apontado é de que 37% dessa população deve até R$500,00, exatamente o valor a ser liberado inicialmente pelo governo federal. “Temos uma boa parcela da população com dívidas pagáveis, com valor até R$500,00, então essa ação do governo vai ajudar muita gente, e isso é muito bom para nossa economia. Quando o número de inadimplentes é alto, o crédito fica restrito e o comércio sente de imediato os reflexos negativos disso. Acredito que boa parte das pessoas que tem direito ao saque utilizarão para quitar dívidas”, enfatizou Afrânio.

 

Saiba mais:

Os saques serão liberados de setembro a dezembro/2019 e valerá para contar ativas e inativas;

Estará disponível até R$500,00 de cada conta;

Correntistas da Caixa Econômica Federal terão os depósitos feitos automaticamente, quem optar por não fazer o saque deverá informar ao banco;

Quem possuir o Cartão Cidadão poderá sacar nos caixas automáticos da Caixa;

Não-correntistas da Caixa e sem Cartão Cidadão deverá seguir o cronograma de pagamento a ser definido;

Saques de até R$100,00 poderão ser feitos nas casas lotéricas mediante apresentação de CPF e Carteira de Identidade.

 

Saque-aniversário:

O saque-aniversário ficará disponível a partir de 2020 e as regras ainda serão definidas pela Caixa;

A adesão é opcional, o trabalhador que optar por esse modelo deverá informar à Caixa Econômica Federal sua escolha a partir de outubro/2019;

O trabalhador que optar pelo saque-aniverário não poderá fazer o saque total de sua conta em caso de demissão, a troca de modalidade só poderá ser feita a cada 2 anos.

 

 


Data da publicação: 29 de julho de 2019

Notícias

Empresário de Apodi assume presidência da FCDL RN

  O empresário José Maria Silva de Apodi assum…

Comunicado

O empresário Afrânio Miranda se afasta da presidência…

Lojistas de todo o país vão comercializar produtos e servi

  O movimento Lojista Brasileiro vai sim realiza…

Presidente afirma que o comerciante precisa estar preparado

Com o tema "O comércio potiguar no contexto da pandemia…

Pronampe: crédito ainda precisa de regulamentação para ch

O Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresa…